Loading...
Sem categoria

Peanuts – a vida é um jogo

Peanuts, também conhecido como Minduim no Brasil. Foram tiras de jornais escritas e desenhadas pelo cartunista norte-americano Charles Schulz. Publicada de 2 de outubro de 1950 a 12 de fevereiro de 2000. A turma desenhada foi uma das mais populares e influentes da história da mídia. Com Charlie Brown como protagonista. Um garoto dotado de infinita esperança e determinação. Contudo dominado por suas inseguranças e uma permanente má sorte. Aqueles que o cercam, muitas vezes se aproveitam disso. E por vezes, o seu extrovertido cachorro Snoopy, toma os holofortes.

Neste compilado temos uma série de tirinhas com foco mais em momentos de esporte e lazer da turma. Ainda assim, com criticas ácidas e vorazes a questões sociais que se mesclam as brincadeiras. Entretanto, não chega ao nível reflexível de Mafalda por exemplo. Mas nem por isso fica para trás.

Uma série de tirinhas, com 4 quadros em média e 2 delas por página. Todas elas funcionam de forma independente. Onde você pode abrir uma página e ler uma tira aleatória, ainda assim irá entende-la. Isso se deve ao fato de não se tratar de um arco com longa estrutura narrativa criada para uma revista. Mas uma compilação de tirinhas que foram publicadas ao longo de anos em jornais.

Ainda assim, não são tirinhas aleatórias escolhidas para a compilação necessariamente.

Se ler na ordem, perceberá que as tirinhas se conectam formando várias histórias longas. Entretanto nunca deixando de fazer com que funcionem de forma independente. Mesmo nas tirinhas que são respostas e/ou consequências diretas aos acontecimentos anteriores.

Este compilado de Peanuts nunca perde o ritmo. Se pode folear diversas vezes, que ainda assim nunca vai perder a graça ou se cansar. E mesmo sendo a maioria, e talvez até todas, tirinhas dos anos 70, são extremamente atuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.