Carregando...
HQ do site

Mulher Maravilha – A verdadeira amazona

Mulher Maravilha amazona

Esta história em quadrinhos da Mulher Maravilha, roteirizada e desenhada pela Jill Thompson. Com uma arte realmente fenomenal, toda na mão, de aquarela, fugindo um pouco da arte digital que tem sido mais comum. O jogo de cores muito bem escolhido, horas com fortes contrastes e depois com aspecto suave, faz com que Themyscira  seja um lugar realmente vivo e belo. Conseguiu transmitir uma beleza a paisagem da ilha das amazonas espetacular.

A arte ainda consegue transmitir uma beleza e suavidade de pintura que parece representações da arte grego romana em dados momentos.

A narrativa flui muito bem. A história é toda contada com base em um olhar de fora, uma narradora não identificada. Em determinados momentos, narra ações que estão sendo ilustradas, mas ainda assim, de uma forma que combina ao ponto que não funcionaria tão bem se fosse diferente.

Aqui vemos a origem da Mulher Maravilha, de uma forma mais romantizada. O foco é a educação e o desenvolvimento, ou melhor dizendo, a imaturidade de Diana. Que cresce de forma mimada e arrogante, sendo o centro das atenções em tudo. Mas vai ter o evento que vai ser o ponto inicial no desenvolvimento dela. É de se esperar que seria o Steve Trevor, mas eis um ponto onde pode se surpreender.

Esta HQ ao final, faz umas alterações na origem clássica da Mulher Maravilha. Na origem de seu uniforme, em sua rendição e alguns elementos clássicos foram retirados. Mas o principal, não se trata da Mulher Maravilha que conhecemos, já formada que acompanhamos nas histórias da Liga da Justiça, a HQ não é sobre ela. Não é sobre quem ela é, mas quem ela foi e termina no momento que começa a jornada para mostrar como ela se tornou quem é.

Mulher Maravilha criança

Mulher Maravilha briga

Está saindo por apenas R$18,90
Consiga o seu por R$34,49
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.