Loading...
Sem categoria

Liga da Justiça – Nova ordem mundial

Existe duas histórias usadas por fãs do Batman quando falam que ele é inútil na Liga da Justiça. Ambas são do Grant Morrison e uma delas é esta. Ela também inspirou para o primeiro episódio do desenho da Liga.

Seres de outro planeta aparecem na Terra e nos apresentam a solução de todos os problemas. Uma HQ com 4 capítulos. O quadrinho não se aprofunda muito se são ou não corretos os seus atos. Ainda assim existe este debate. Ademais, ainda no 1º capítulo acontece a conclusão de todo o mistério. Assim o confronto já começa no capítulo seguinte.

Ainda assim, dá uma pincelada sobre o fato de vim com soluções simples para problemas complexos. Essa certamente não seria uma resposta, como o “bandido bom é bandido morto” ou as coisas serem mudadas sem levar em conta o impacto sócio, cultural e ambiental. Embora eles transformam um deserto em terreno voltado ao plantio, isso é contestado, entretanto não é mostrado como isto impacta o planeta.

A narrativa é boa e dinâmica, os desenhos são bons e os vilões tem designs interessantes. Temos inclusive um disputa que simboliza a corrida de “Flash e Mercúrio” para ver quem ganharia a corrida.

Os membros da Liga suspeitam do Hyperclan, enquanto Batman já chega e mostra as provas das reais intenções do Hyperclan. Quando a Liga descobre quem são, consequentemente ficam sabendo suas fraquezas. Em um dado momento, todos os membros da Liga foram derrotados e capturados. Naquela situação clássica  “Por que não os matam logo?”.

Não é um quadrinho que pode ser dito como uma das obras mais impactantes das HQs, o uso de “Graphic Novel” é contestável, mas ainda assim, uma grande obra.

Consiga já o seu
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.