Loading...
Sem categoria

Hulk contra o mundo

Ao longo dos anos de existência do Hulk, de certo ele muitas vezes ajudou os Vingadores. Mas teve umas que ele foi o problema a ser resolvido pelos Vingadores ou Quarteto Fantástico. Eis que depois de um bom tempo, alguns heróis se reúnem para manda-lo para um outro mundo onde não houvesse vida e assim não iria causar problemas. Assim surgiu o arco “Planeta Hulk”. Ao final dele, um acontecimento leva a morte de um ente querido do Hulk. E seguida, volta para a Terra com sangue nos olhos e querendo vingança. Esse é o Hulk contra o mundo.

Este arco tem um ar daquelas sagas, que afetam as HQs de diversos personagens.

Alguns inclusive não fariam sentido se ignorasse. Oras, afinal, os responsáveis a medida que iam perdendo viravam prisioneiros do Hulk. Seria estranho se aparecessem como se nada tivesse acontecido na sua HQ mensal, sendo que todas as histórias se passam de forma simultânea, ainda que não se relacionem. Para quem viu os filmes do UCM, é só pensar que os acontecimentos de Thor 2 se passam simultaneamente aos acontecimentos de Capitão América Soldado Invernal e Homem de Ferro 3. Mas tem uns personagens que não tem porque ter sua HQ com relação ao evento provocado pela vingança do Hulk.

A HQ é simplesmente… porrada.

É só isso, tem a mesma profundidade de roteiro que Dragon Ball (isso não significa que é bom ou ruim). A única graça é ver um gigante crossover dos personagens da Marvel. Hulk vs Homem de Ferro, contra o Quarteto, contra o Dr Estranho e etc.

Certamente o maior problema desta HQ, é o seu desenhista, John Romita Jr. Tem boatos dizendo que o seu pai, o grande John Romita, dizia que seu filho é um péssimo desenhista. No entanto isso não vem ao caso. Embora vez ou outra, John Romita usa soluções um tanto quanto preguiçosas em seus trabalhos, seu estilo pode cair muito bem em algumas HQs. Mas esta, cuja a ÚNICA função é mostrar lutas de formas empolgantes, deveriam chamar um artista com um estilo bem mais impactante. Só ver a parte do Hulk indo atrás dos X-mens, onde briga com eles e inclusive contra o Fanático, o desenhista responsável tem um traço que seria perfeito!

Existe uma necessidade  da importância do estilo do traço se casar com o roteiro, para transmitir o devido impacto desejado com a história. (cabe uma discussão maior sobre depois aqui no site)

O momento auge, é a última briga, Sentinela vs Hulk. Até então, o personagem Sentinela era alguém sem muito destaque, seria mais uma cópia do Superman (bem diferente no aspecto personalidade, mas o uniforme é tão ridículo quanto). Nesta história, ele ganhou destaque tendo os holofotes virados para si. O que ajudou a gerar novas histórias sobre o personagem depois. E ai vemos o nível de poder, ao ponto de cada pegada do Hulk gerar um terremoto nos EUA e ainda assim, Sentinela consegue parar murro com o queixo. E é uma briga que se trata de um personagem com problemas de controle de raiva e um outro esquizofrênico com poderes devastadores do nível de deuses que ao final, bem… ai vai ter que ler pra saber!

Consiga já o seu
Consiga já o seu
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.