fbpx
Carregando...
Indicações de leitura

Homem Aranha – um dia a mais

Até aonde você iria para salvar uma pessoa que vc ama?

Tia May levou um tiro, e está a beira da morte. Não existe mais esperança. Contudo, Peter Parker fará de tudo para salvar sua tia. Isso inclui um pacto com o diabo/Mephisto. Mas o preço, será caro.

A HQ é muito bem escrita. Flui muito bem e conseguimos comprar bem a dor dos personagens. Mesmo quem não conhece a Tia May, vai sentir toda a dor do que anda acontecendo e o desespero de Peter para salvar sua tia. Fica claro a importância da personagem para os personagens. E o traço é muito bom. Explorando bem momentos mais claros e alguns mais escuros. Nos momentos mais escuros, perde um pouco o traço.

Mas é difícil de falar sem soltar spoiler da HQ. Então, se não leu, continue por sua conta.

Evidentemente, o preço é mudar o passado e acabar com o casamento de Peter e MJ. Nisso, entra em um debate reflexivo bem interessante, como o fato de que ao mudar um pequeno detalhe na linha do tempo, pode fazer mudanças gigantes. E isso pode levar a incontáveis possibilidades. Assim somos apresentados a outras versões de Peter, no qual, nunca viraram o Homem Aranha. E ainda assim, a HQ nunca fica confusa. O tema é muito bem explorado e apresentado.

Temos um capítulo quase inteiro do Peter e MJ tentando se decidirem. Ou simplesmente, tentando criar coragem para a resposta. A despedida tem um peso emocional muito grande. E a composição junto com toda a estrutura narrativa, incluindo o momento de “usar o silêncio”, é simplesmente fenomenal.

Entretanto, nem tudo são flores. A começar, a HQ tem relação direta com outros eventos. A razão da Tia May levar um tiro, é porque o Peter mostrou para o mundo a sua identidade secreta em Guerra Civil. Os eventos que levaram a tia May para o hospital acontece nas HQs lançadas antes dessa. Se não tiver acompanhando o personagem, você fica perdido quanto a tudo que vem acontecendo.

Assim entramos em um ponto importante. A HQ faz parte de um contexto muito maior. E acabou sendo uma jogada de marketing. Onde estavam querendo retornar o personagem para uma das fases que os fãs mais gostam. Mas o problema disso, é exatamente a sua parte no contesto geral do universo Marvel. São anos de construção e evolução do personagem jogados fora. Nós fãs, acompanhamos o crescimento como pessoa e como personagem. O vimos saindo da escola, procurando emprego, se estabelecendo financeiramente e o seu desenvolvimento como Homem Aranha. Para chegarem e jogarem tudo fora.

Por isso, muitos fãs se sentiram traídos. E com razão. E como também fica os outros personagens do universo Marvel?

A ideia e o desenvolvimento são bons. Nessa hora, seria o ideal ser lançado como uma Graphic Novel a parte. Fora da cronologia, como diversas HQs da DC, a exemplo de Cavaleiro das Trevas e o Superman soviético. Uma HQ com início meio e fim, fechado e sem interferência no todo.

Um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.