fbpx
Carregando...
curiosidade

Animação – Batman Silêncio

Em 2002 Jeph Loeb junto a Jim Lee lançam um HQ que marcou as histórias do morcego, Batman Silêncio. Devido a isso, eis que lançam uma animação de Batman Silêncio ambientado no universo de animações da DC.

Lançada em 2019, sendo adaptada por Ernie Altbacker, a animação segue fielmente a HQ. Algumas diferenças acontecem, como troca de personagens. Bane está no lugar de Killer Croc por exemplo. Algumas das mudanças, se devem ao fato de nem todos os acontecimentos das HQs haviam ocorrido no universo de animações. De tal forma, Batgirl aparece em ação, sendo que na época ela estava na cadeira de rodas. No entanto, em 2019 Bárbara Gordon estava na ativa novamente.

Mas em Batman Silêncio, ainda temos alterações que fazem a diferença. Na história em quadrinhos, vemos que a falta de confiança de Bruce o leva a se afastar dos demais. O impedindo de relacionar seu coração com alguém. Na animação, ainda que explore mais o relacionamento de Bruce e Selina, os problemas da relação dos dois é diferente.  Ainda vemos que Bruce não sabe lidar com relacionamentos. Vemos a falta de confiança e o fato de não se permitir ser feliz.

A partir daqui, terá spoilers.

No entanto, o fim do relacionamento acontece devido a fatores diferentes. Devido ao código moral do Batman, de nunca matar. Isso acaba por levar o fim do relacionamento. E o pior, parece que o Bruce estava disposto a tentar relevar. Na HQ, acontece de uma forma mais coerente. Lá Bruce acaba por se afastar por achar que isso o atrapalharia em sua mente analítica. Fica inclusive levando em consideração que o namoro dos dois foi armação de algum vilão.

E a maior mudança, é que Silêncio é o Charada e não Tomas Eliot. Originalmente, o Charada teve uma participação efetiva com o Silêncio. E assim conseguiu descobrir a identidade do Batman. Aqui, houve a troca, para não ter o mistério revelado logo de cara para quem já leu a HQ. Tem o lado bom, a reviravolta é surpreendente.

Contudo, houve alterações na personalidade do Charada. Nada de tão novo, se for parar para pensar. O dos maiores ponto fraco, que o Charada do nada ganha capacidade de se rivalizar com o Batman fisicamente. Nem tomas Eliot tem essa capacidade nas HQs, muito menos o Edward Nygma. A ideia era que o Silêncio se sobrepujaria ao Batman intelectualmente, e o Charada nesse caso, seria alguém apropriado. Mas a necessidade de um combate a altura, fez com que o Batman tivesse dificuldade de enfrenta-lo em um combate.

Um ponto forte, a participação do Cara de Barro ficou melhor que no original. Mas o maior ponto fraco, ainda é o fato de que não teremos Tomas Eliot como vilão. Para substituí-lo, de fato ninguém seria melhor que o Edward Nygma, mas ainda assim, não é a mesma coisa. Não tem o background de infância entre os dois.

Um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.