Carregando...
Análise de pág

Análise de págs – Batman Longo dia das bruxas

Notem aqui como Tim Sala consegue uma composição limpa e simples. Como diz o ditado, menos é mais. Começamos com uma página, onde vemos um soldado abrindo uma porta. Na composição, temos apenas um retângulo com várias bolinhas, um quadrado, dois olhos. Apenas uma série de figuras geométricas mas que compõem perfeitamente o que o desenhista deseja apresentar. O retângulo é a porta, com uma linha de demarcação, um quadrado mais embaixo que é onde fica a fechadura e os vários pontos são os buracos da porta.

Temos também a sombra, que apenas demarca uma silhueta. E as cores são chapadas, Tim Sale não utiliza de degrades e tons variados. É como se pudesse um balde de tinta do Photoshop nos elementos e em 5 minutos colorisse tudo. Mas provavelmente foi feito a mão. Independente disso, mesmo se fosse feito nos 5 minutos do Photoshop, seria extremamente bem feito. E ainda sabe usar muito bem a seleção de cores para transmitir o tom noir. Não é apenas o verde e o azul, mas os tons de verde e azul.

Na página seguinte, vemos como ele utiliza muito bem o sombreamento, apresentando apenas a silhueta dos personagens no ambiente. E a ambientação é muito bem construída. Tudo na base de um sombreamento que evidencia o aspecto sinistro do lugar que ainda é aumentado com o elemento de uma noite chuvosa. Todos esses elementos alimentam o mistério por trás do personagem que está sendo solto. É uma ótima apresentação de um novo personagem pra trama. Isso nos mostra que esse personagem é poderoso, é perigoso e é importante. E ao longo de toda a trama, ele (no caso ela) tem de fato uma presenta marcante e imponente, presença essa que podemos notar desde a sua primeira aparição graças ao trabalho feito nessas páginas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.